Deveras Prolixo

Falar pouco não é uma opção

Categoria: sophia

Pílula do Não Sentimento

Por longos meses não sinto nada. A medicina do Não Sentimento funciona. Uma pílula do Não Sentimento por dia, nenhuma palavra sai de mim através de minha caneta e nem há  desejo de que isso aconteça.

Hoje, ainda sob o efeito do Não Sentimento sonhei com dias em que sentia tanto que achava que morreria. Acordei com a memória acesa, me lembrei como era sentir, me lembrei de como era escrever e escrevi.

Diário do centro de mim

Dia 1

Superfície irregular. Ambiente inóspito. Gases tóxicos compõe a atmosfera e não há nenhum sinal de vida (inteligente).

Aqui embaixo é escuro demais e não tenho o equipamento adequado para exploração. Retornarei quando preparada. Retornarei quando madura o suficiente para conseguir me manter de pé nesta estrutura desnivelada.

Não há nada aqui que eu não tenha visto na superfície. Acredito que ainda não atingi o fundo. Me deseje sorte. Vou precisar.

Desentender

Desentendimentos.

Te desentendo, do verbo Não te entender.

Outro dia mesmo, estava ofegante quando ouvia minha voz e me abraçava,

não dormia sem dizer “boa noite”.

Não me entendo, do verbo Me desentender.

Dias atrás me sentia bem e vibrante,

respondia prontamente seu chamado e me voltava todo para você,

não havia um momento sem sua presença.

Desentendimentos.

 

Alma desarmada

Minha alma é oca. Sinto um vazio tão grande de mim. Um vazio que não se preenche com o prazer da carne. Um vazio que não se preenche nem com a esperança.Minha alma está doente. Adormece enquanto uma brava tempestade se aproxima. Sinto falta de estar só, eu e minha alma.

“Quase morri há menos de 22 horas atrás”

Quando acabou foi um alívio tão grande. Deixei pra trás tudo que não era meu e devolvi tudo que era seu. Não há nada mais libertador do que fazer de uma vontade uma realidade palpável. Eu quase posso tocar meu contentamento.

Não havia nada que você pudesse fazer. Minha alma experimenta uma verdade que você ainda não conhece. Uma verdade que não tem remendos, não tem lados e que me lembra todos os dias que não somos um do outro. Me lembra que você não é. Me lembra que eu não sou.

Meu plano era escapar, mas isso não seria justo.Seria? Meu corpo tremia tanto só de pensar nessa possibilidade, mas meu corpo não sabe de nada. Não sabe se sente frio, calor, desejo, fome, sono. Ele nunca experimentou do contentamento. Meu corpo me levou até você e aos sentimentos que ainda eram vaga teoria. O corpo tem razão de ser. Não seria justo.

Escuta aquela canção que fala das manhãs. Estou certa que quando terminar de ouvi-la não vai se lembrar mais de mim. Prometo!

 

“O maior segredo é não haver mistério algum”

Não consigo te esconder, pois é demasiado cansativo e eu não tenho forças para fingir.

 

Pieces #1

Incontrolável verdade que abandona minha boca em pequenas porções de palavras.
Em todas podemos encontrar sua gênese naquela parte do meu cérebro dedicada em pensar em você o tempo todo.
Queria te manter só para mim, mas me espanta a minha incapacidade de te esconder dos outros como você mesmo o faz tão bem.

Confissões do EU

Eu não sou muito de sofrer pelos outros. Eu sofro por mim mesma e consequentemente sofro muito mais do que se eu sofresse pelos outros.

O Eu é a pior pessoa que você quer conhecer e se importar. O Eu machuca a si mesmo, é suicida e depressivo. Todos os EUS são assim. Se o se EU não é assim é porque você não o conheceu ainda.

Nunca amei ninguém, mas sempre insisti em amar a mim mesma. Amar o Eu é uma puta roubada. O Eu é exigente demais para se conseguir amar, imperfeito demais e dramático demais, mas mesmo assim eu tento. Tento todos os dias amar essa pessoa que habita em mim.

Sempre quando eu acho que estou gostando de alguém vem o meu Eu me informar que ele não vai levar isso pra frente. Que é demais pra ele suportar uma decepção e alguém competindo com ele por atenção. Aos poucos meu Eu me convence que não mereço ser amada e nem amar ninguém que não seja Eu.

Dia desses Eu tentei convencer as pessoas do que o que elas sentem não é bem aquilo que elas pensam que sentem. Eu tentei dizer a elas que o que eu sinto é o certo e o que elas sentem é errado. O Eu é orgulhoso também.

O Eu sempre tem razão e eu sempre fico com a dor.

 

Aeternum

Acabou mesmo.

Nada é mais finito que relacionamentos. Não duraria uma volta completa ao redor de si mesmo. O outro cessa de acreditar que há doação quando não houve respostas ás suas perguntas.

A solidão. Essa sim. Dura toda finitude da vida. Gerados como único ocupante de nosso corpo, padece só dentro do seu corpo e morre só. A solidão é o caminho mais fácil, sozinho ninguém se perde ou todos se perdem.

Nada é  mais infinito que a verdade. Ela estava no princípio e no fim ela estará lá.

Todo ser com sua finitude em busca do infinito é mais um ser que é tão finito quanto os relacionamentos que eles tem e tão infinito quanto a verdade que eles buscam.